sexta-feira, 11 de maio de 2018

A pessoa só vale o que têm!



 Ler em Português      Leer en Español

Você é o que você tem?




Ola, povo de Deus. Hoje trago um tema que me incomoda muito desde que voltei pro mundão. Espero que essa reflexão te ajude a ver a vida de outra forma.

Você é o que você tem? Aprendi essa frase quando voltei para o mundo secular, depois de estar quatro anos no seminario, mas não tinha entendido o que significava até que o tempo passou e me ensinou.

Me deixei levar e o pensamento por traz desta frase envolveu minha vida e reflexões, até porque nunca tinha pensado sobre esse tema antes.

O verbo principal nesta frase é SER. “Você é...”.


Quando você é uma profissão



Vejo com muita tristeza que o sentido de ser alguém se esvaziou ao ponto da materialidade. E não estou falando estritamente das coisas que você tem na sua casa, senão também a profissão que você tem. Coisas materiais e profissão são o que o mundo de hoje diz que você é.  

Você é médico? Psicólogo? Professor? Biólogo? Engenheiro? Técnico em enfermagem? Técnico em petróleo e gás?

“Você tem que estudar algo que dê dinheiro”. É o que dizem! Ou quando conhecem alguma pessoa nova uma das primeiras perguntas é: "O que você faz?". E se você falar o que eles não querem escutar, se escolhe qualquer coisa diferente, vira a dor de cabeça, a fofoca ou a preocupação da família.

Um médico que deixa tudo para viver no mato, sem salário alto e em uma situação mais humilde, é visto com muito desdém porque ele “não tem nada”. Mas será?


Quando você é só o que têm




Um outro aspecto disso que estou falando é quando dizem,você é o que tem. 

Tudo é visto com as lentes do ter. Todos cobram, principalmente a familia, e comparam muito a sua vida com aquelas vidas que tiveram “sucesso” e tem muitas coisas como carro, casa, viajens, etc.

Não se trata de demonizar o dinhero, ele ajuda a pagar as contas, a comer, a vestir, a viver. Mas ganhar por ganhar, ter por ter?

Ter o último Iphone, o carro mais moderno, a casa maior... Quantas pessoas ricas sofrem de depressão e aos olhos do mundo elas são exitosas. Muitos no mundo tem todas as coisas materiais que possam desejar, mas muitos deles também se sentem sozinhos, tristes, e pensam no suicidio.

"Mas ele é advogado, bem sucedido, ganha muito dinheiro, porque não é feliz?"


Não esqueça seu verdadeiro SER




Como falado, hoje ser algo só vale se você consegue ter alguma coisa com este ser. Logo, aquilo que não traz retorno material perde seu valor. O conhecimento, carater, sabedoria, paz interior, simplicidade, silencio, AMOR. E tudo que você é só tem valor se traz dinheiro e de preferência muito dinheiro.

Pense: O que faz a sua vida ter sentido? O que faz você ser o que você é? E para que serve o seu conhecimento se não for para ganhar dinheiro?

O mais importante: De que vale ganhar o mundo inteiro se perde a sua vida?

A ideia é dar valor às coisas certas; é usar seu conhecimento para ajudar e não só ganhar algo encima de alguém.

É saber que mesmo aquela pessoa sem um curso superior ou sem grandes riquezas materiais pode ter algo muito maior que isso. Veja por exemplo Jesus, sua riqueza não estava nos bens.

Um livro que depois virou filme, que é muito bom e ilustra isso que estou falando é "O Vendedor de sonhos". Se tiver um tempinho procure. Ele mostra como ter coisas e ser bem sucedido, não significa nada quando você é vazio e perde as coisas simples da vida.




De tudo o que temos, o que levamos quando morremos é o que está gravado na nossa alma, ou seja, as coisas boas que fazemos, o conhecimento que adquirimos e o amor que damos.

Casa, carro, conta bancária, empresa, livros, TV gigante, video games e celulares de última geração, tudo isso fica para os filhos ou parentes brigarem.

Essa ideia de que você é o que você tem esta destruindo o mundo e as pessoas.

Se você usar o que tem de valor real e não material para ajudar, não buscar vantagem em tudo, ser justo e honesto, amar as pessoas, o mundo poderia ser muito melhor. Pelo menos o seu mundo!

Espero que você reflita sobre isso e procure cultivar os verdadeiros valores, e ser algo mais do que bens materiais.

Você tem valor e va além do que você “tem”

Nenhum comentário:

Postar um comentário